Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |    Pesquisa 
André Rodrigues

 

Últimas Notícias

Agroglobal 2018

Católica Lisbon volta à Golegã para mais uma Acão de Restolho

Agroglobal

Atenção | Comunicado - Mais Milho Tour 2018 CANCELADO

RTP 1- Missão 100% Portguês | Milho Pipoca da Agromais

 

Notícias em Destaque

30º Aniversário da Agromais

200 Voluntários da KPMG colhem 4.2 t de Pimentos

O ano agrícola vai terminar! …….. Porque não fazer contas?

Agrotejo: há 30 anos ao serviço dos agricultores da região

Ou há água ou não há agricultura em Portugal!

Visita - Curso Profissional Agrícola da Golegã

Fruit Attraction 2017 - MADRID

Agromais: há 30anos a cultivar confiança junto dos agricultores

Campanha Solidária para com as Vitímas dos Incêndios de Pampilhosa da Serra

Plus Alqueva – Porquê?

Mais de 530 milhões de euros em vendas em 30 anos

Milho

Vídeo - 30 Anos da Agromais

Inscrições abertas para o curso de Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos

Projecto Restolho no programa Agora NÓS, RTP

Newsletter

Escola Profissional de Torres Novas

Os três Qs

Missão Continente 2017

Feliz Natal e um Próspero 2018!

Campanha Solidária

Como será a Política Agrícola Comum (PAC) pós-2020?

Como será a Política Agrícola Comum (PAC) pós-2020?

Responsabilidade Social

9º Colóquio do Milho

AGROMAIS na Fruit Logística 2018 - Berlim

Ação Solidária de Reflorestação

A Tecnologia ao Serviço da Agricultura

Eletricidade

Acção de Restolho | ATL do Município da Golegã

5º Edição do MaisMilho

As energias renováveis na Agricultura

Caloiros da Católica-Lisbon "Arregaçam as Mangas" para a Apanha da Batata

Comemorações do 30º Aniversário da Agromais

Faculdade de Medicina de Lisboa - 2º edição

Caloiros da Católica-Lisbon batem novo recorde com 4 toneladas de batata colhida

Acção de Demonstração - Projecto Mais Solo

XVI Encontro de Agricultores

16.º Encontro de Agricultores da Agromais Plus

Candidaturas Pedido Único 2018

Prémio Nacional de Agricultura 2017

Jornada de Campo - Parceria Portuguesa para o Solo (PPS)

Feliz Páscoa!

Feliz Páscoa!

Comunicação e Pessoas

35º Ovibeja

Newsletter da Agromais

Presença da Agromais C.R.L e Plus Alqueva na 35º Ovibeja

Plataforma Digital AGROMAP

Seguro de Colheita de Milho para a Campanha de 2018

Acção de Restolho - Agrupamento de Escolas da Chamusca

Feira do Campo Alentejano

Projetos Smart Crop e Milho Amarelo - Dia de Campo

PROJECTO RESTOLHO RECEBE DONATIVO DA MISSÃO CONTINENTE

Candidatura aprovada! Qual a fase seguinte?

ATL Município da Golegã participa em ações Restolho

Mais Milho Tour 2018

RTP 1- Missão 100% Portguês | Milho Pipoca da Agromais

Atenção | Comunicado - Mais Milho Tour 2018 CANCELADO

Agroglobal

Católica Lisbon volta à Golegã para mais uma Acão de Restolho

Agroglobal 2018

 

Arquivo de Notícias

Setembro 2018 - 2

Setembro 2017 - 8

Setembro 2016 - 10

Setembro 2015 - 10

Setembro 2014 - 12

Setembro 2013 - 11

Setembro 2011 - 2

Setembro 2010 - 3

Outubro 2017 - 6

Outubro 2016 - 3

Outubro 2015 - 6

Outubro 2014 - 10

Outubro 2013 - 25

Outubro 2010 - 2

Novembro 2017 - 6

Novembro 2016 - 6

Novembro 2015 - 5

Novembro 2014 - 12

Novembro 2013 - 18

Novembro 2010 - 2

Março 2018 - 5

Março 2017 - 8

Março 2016 - 13

Março 2015 - 5

Março 2014 - 10

Março 2013 - 9

Março 2012 - 13

Março 2010 - 1

Maio 2018 - 3

Maio 2017 - 6

Maio 2016 - 7

Maio 2015 - 2

Maio 2014 - 10

Maio 2012 - 1

Junho 2018 - 4

Junho 2017 - 5

Junho 2016 - 14

Junho 2015 - 6

Junho 2014 - 9

Junho 2012 - 1

Junho 2010 - 3

Julho 2018 - 2

Julho 2017 - 4

Julho 2016 - 7

Julho 2015 - 7

Julho 2014 - 8

Julho 2013 - 17

Julho 2012 - 5

Julho 2011 - 13

Julho 2010 - 2

Janeiro 2018 - 2

Janeiro 2017 - 10

Janeiro 2016 - 11

Janeiro 2015 - 8

Janeiro 2014 - 7

Janeiro 2012 - 7

Janeiro 2011 - 11

Fevereiro 2018 - 6

Fevereiro 2017 - 8

Fevereiro 2016 - 9

Fevereiro 2015 - 11

Fevereiro 2014 - 16

Fevereiro 2013 - 7

Fevereiro 2011 - 5

Fevereiro 2010 - 1

Dezembro 2017 - 6

Dezembro 2016 - 7

Dezembro 2015 - 11

Dezembro 2014 - 3

Dezembro 2013 - 5

Dezembro 2010 - 8

Agosto 2018 - 4

Agosto 2017 - 5

Agosto 2016 - 8

Agosto 2015 - 5

Agosto 2014 - 4

Agosto 2013 - 13

Agosto 2011 - 1

Abril 2018 - 3

Abril 2017 - 11

Abril 2016 - 15

Abril 2015 - 5

Abril 2014 - 10

Abril 2012 - 6

Abril 0213 - 1

A Tecnologia ao Serviço da Agricultura

[ 13-02-2018 ]

Muito se tem ouvido falar em agricultura de precisão, novas técnicas de produção, eficiência dos recursos agrícolas, nomeadamente o uso eficiente da água. Mas será que todos os produtores têm ou podem ter acesso a estas técnicas?

É um facto que cada vez mais nos tempos que correm, o agricultor que não adotar medidas para reduzir os custos de produção e exploração não conseguirá sustentar a sua atividade; salvo um grande avanço tecnológico para o aumento da produção agrícola em larga escala. 

A agricultura sustentável atualmente é vista como o mais viável recurso para aumentar a produção de alimento para a população mundial.

O conceito de agricultura sustentável é por isso um delicado balanço entre maximizar a produção e manter a estabilidade económica reduzindo a utilização dos recursos naturais finitos e diminuindo os impactos ambientais.
Temos hoje em dia ao dispor da agricultura inúmeras soluções para podermos em tempo real dar os inputs necessários ao correto desenvolvimento vegetativo das culturas, sendo que os mais comuns são: GPS (Global Positioning System ou  Sistema de Posicionamento Global); VRI (Variable rate Irrigation ou taxa de variável de rega); RTK (Real Time Kinematic ou Posicionamento cinemático em tempo real); VRS (Variable rate seed ou taxa variável de semente); CE – Mapeamento de condutividade elétrica (a capacidade que um material possui em conduzir a corrente elétrica), uma das suas utilidades na agricultura provém do facto de que a variabilidade dos solos na composição físico-química apresenta diferentes níveis de condutividade elétrica. Assim, com este mapeamento dos solos podemos definir as áreas a intervencionar de forma especifica.



SMHS (sondas de medição de humidade do solo), etc. 


Existem também dispositivos para equipar as máquinas de colheita que fazem um mapeamento da produtividade na parcela. No caso dos cereais as máquinas conseguem obter um mapa da parcela, no qual se identifica as zonas de produtividade permitindo assim, intervencionar especificamente em cada uma delas.
Mas estas técnicas de pouco servem se não dispusermos de equipamentos que possam realizar as operações de um modo diferenciado, em todo o ciclo.

Uma outra análise a efetuar é o fator económico, ou seja, se obtivermos um mapeamento, por exemplo com seis ou sete zonas em que seja necessário intervir, deverá ser analisado o custo de todas estas intervenções, assim como, a representatividade de cada uma delas, apostando apenas em duas ou três que justifiquem a operação.

A chamada agricultura de precisão não disponibiliza apenas a informação espacial para determinar onde e como realizar uma determinada tarefa, mas também as informações temporais para saber o quando aplicar.
Neste campo o produtor tem à sua disposição outros equipamentos, tais como, as sondas de monitorização da água no solo, que lhe permite através dos dados recebidos em tempo real, determinar o momento mais indicado para efetuar uma rega e a quantidade a aplicar.

Associados a estes equipamentos existem programas informáticos já bastante evoluídos, que nos permitem ter acesso através de um computador, tablet ou smartphone os dados da sonda (previsões meteorológicas especificas e individualizadas, registo das regas efetuadas, acesso a planos de regas para os dias seguintes, etc) em tempo real.

Qualquer uma destas técnicas abordadas estão à disposição dos produtores, adaptando-se às necessidades de cada um, consoante o tipo de culturas instaladas e os serviços pretendidos. Umas mais baratas e outras nem por isso.

E respondendo à pergunta inicial... "será que todos os produtores têm acesso a estas técnicas?"

Sim 

Actualmente todos os produtores têm acesso às mais recentes técnicas ao serviço da agricultura, no entanto, a questão está sobretudo numa alteração de mentalidade e métodos de trabalho. As ferramentas existem...resta saber se todos estão dispostos a alterar as suas antigas técnicas em prol da nova tecnologia, que só lhe facilitará o seu "modus operandi" e reduzirá os custos.

Lembrando sempre que, como diz o velho ditado, "o olho do dono é que engorda o gado", também neste caso é imprescindível o acompanhamento do produtor para aferir se o que a tecnologia nos diz é realmente o que está a acontecer no campo.

André Rodrigues

Departamento de Rega da Agromais

https://www.agroportal.pt/tecnologia-ao-servico-da-agricultura-andre-rodrigues/

 

Voltar